Blockchain e os desafios para a cadeia de alimentos

percepções

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26853/Refas_ISSN-2359-182X_v10n03_04

Palavras-chave:

Cultura organizacional, Estratégia colaborativa, Tecnologia disruptiva, Custo de transação

Resumo

O interesse pela transparência nas relações e processos do ecossistema da cadeia de suprimentos, promovendo a credibilidade e aumento de confiança, além de redução dos custos de transação são alguns dos benefícios que as empresas vislumbram com os avanços das aplicações da tecnologia blockchain (TB). Entretanto, ainda é incipiente os estudos sobre os benefícios da blockchain para a cadeia de alimentos. Este artigo teve como objetivo examinar a propensão de implementar a blockchain e identificar as principais contribuições para a nova percepção da teoria de custos de transação da era digital no ecossistema da cadeia de alimentos. Para tanto foi realizado um estudo de caso com três empresas do ramo alimentício, por meio de entrevistas diretas com gestores, baseadas em roteiro semiestruturado. Contudo, realizou-se uma análise de conteúdo em profundidade de duas entrevistas, considerando apenas as empresas que atuam com a perspectiva da tecnologia blockchain, obtendo como principais resultados 12 subcategorias relacionadas aos constructos da pesquisa, sendo Rastreabilidade, Transparência, Comunicação efetiva, Negociação distributiva, Qualidade, Liderança em custo, Estratégia colaborativa, Capacidade competitiva, Cultura organizacional, Agregar valor, Gestão de processos e negócio e Desperdício. Observou-se que a subcategoria ‘capacidade competitiva’ e ‘gestão de processos e negócio’ foram as principais preocupações em comum dos gestores. Ainda, quando se analisou a conexão entre as subcategorias, notou-se que há maior interação entre gestão de processos e negócio com capacidade competitiva, cultura organizacional, agregar valor e desperdício. Por fim, considerou-se que as aplicações da tecnologia blockchain ainda está muito relacionada a percepção de rastreabilidade e controle dos produtos (ou serviços), como pode contribuir para manutenção de processos e relações mais transparentes entre a cadeia (atores) e o mercado, além da redução de custos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sivanilza Teixeira Machado, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Graduação em Logística e Administração em Comércio Exterior, mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal da Grande Dourados e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Paulista. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Câmpus Suzano.

Roberto Giro Moori, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, mestrado em Engenharia (Engenharia de Produção) pela Universidade de São Paulo e doutorado em Engenharia (Engenharia de Produção) pela Universidade de São Paulo. Professor titular da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Referências

ADNER, R.; KAPOOR, R. Value creation in innovation ecosystems: How the structure of technological interdependence affects firm performance in new technology generations. Strategic Management Journal, v. 31, n. 3, p. 306–333, mar. 2010.

BUMBLAUSKAS, D. et al. A blockchain use case in food distribution: Do you know where your food has been? International Journal of Information Management, v. 52, p. 102008, 1 jun. 2020.

CHRISTOPHER, M. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos: criando redes que agregam valor. 2. ed. São Paulo: [s.n.].

CLARK, J. K. et al. A contemporary concept of the value(s)-added food and agriculture sector and rural development. COMMUNITY DEVELOPMENT, v. 52, n. 2, p. 186–204, 2021.

COLE, R.; STEVENSON, M.; AITKEN, J. Blockchain technology: implications for operations and supply chain management. Supply Chain Management, v. 24, n. 4, p. 469–483, 11 jun. 2019.

DA SILVA, A. A.; BRITO, E. P. Z. Incerteza, racionalidade limitada e comportamento oportunista: um estudo na indústria brasileira. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v. 14, n. 1, p. 176–201, 2013.

EMPRESAS & NEGÓCIOS. Painel Mapa de Empresas — Português (Brasil). Disponível em: <https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/mapa-de-empresas/painel-mapa-de-empresas>. Acesso em: 15 jul. 2022.

FRANCO, M. L. P. B. Análise de Conteúdo. Campinas: Editora Autores Associados, 2021.

GERBEC, M. Safety change management – A new method for integrated management of organizational and technical changes. Safety Science, v. 100, p. 225–234, 1 dez. 2017.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: Tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, v. 35, n. 3, p. 20–29, 1995.

HUANG, M. C.; KANG, M. P.; CHIANG, J. K. Can a supplier benefit from investing in transaction-specific investments? A multilevel model of the value co-creation ecosystem perspective. Supply Chain Management, v. 25, n. 6, p. 773–787, 20 ago. 2020.

ISHFAQ, R.; DAVIS-SRAMEK, B.; GIBSON, B. Digital supply chains in omnichannel retail: A conceptual framework. Journal of Business Logistics, v. 43, n. 2, p. 169–188, 1 jun. 2022.

JACOBIDES, M. G.; CENNAMO, C.; GAWER, A. Towards a theory of ecosystems. Strategic Management Journal, v. 39, n. 8, p. 2255–2276, 1 ago. 2018.

KARAKAS, S.; ACAR, A. Z.; KUCUKALTAN, B. Blockchain adoption in logistics and supply chain: a literature review and research agenda. International Journal of Production Research, 2021.

KRAMER, M. P.; BITSCH, L.; HANF, J. Blockchain and Its Impacts on Agri-Food Supply Chain Network Management. Sustainability 2021, Vol. 13, Page 2168, v. 13, n. 4, p. 2168, 18 fev. 2021.

KROLL. Global Fraud and Risk Report 2021 – Research Summary: Bribery and Corruption Risk. Disponível em: <https://www.kroll.com/en/insights/publications/global-fraud-and-risk-report-2021/research-summary-bribery-and-corruption>. Acesso em: 16 jul. 2022.

LIMA, T. D.; DEUS, L. N. A crise de 2008 e seus efeitos na economia brasileira. Revista Cadernos de Economia, v. 17, n. 32, p. 52–65, 2013.

LIN, W. et al. Blockchain Technology in Current Agricultural Systems: From Techniques to Applications. IEEE Access, v. 8, p. 143920–143937, 2020.

MARTINS, R. A. Abordagens quantitativa e qualitativa. In: ELSEVIER (Ed.). . Metodologia de Pesquisa em Engenharia de Produção e Gestão de Operações. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018. p. 47–62.

MEMON, M. A. et al. Semantic transportation planning for food products supply chain ecosystem within difficult geographic zones. Industrial Management and Data Systems, v. 117, n. 9, p. 2064–2084, 2017.

MENON, S.; JAIN, K. Blockchain Technology for Transparency in Agri-Food Supply Chain: Use Cases, Limitations, and Future Directions. IEEE Transactions on Engineering Management, 2021.

MIN, H. Blockchain technology for enhancing supply chain resilience. Business Horizons, v. 62, n. 1, p. 35–45, 2019.

OHLER, S. K. €; PIZZOL, M. Technology assessment of blockchain-based technologies in the food supply chain. 2020.

OLIVEIRA, P. C. DE. O Efeito Borboleta. Disponível em: <https://www3.unicentro.br/petfisica/2020/06/25/o-efeito-borboleta/>. Acesso em: 24 jul. 2022.

OLIVEIRA, T. B. L. DE. A ECONOMIA DOS CUSTOS DE TRANSAÇÃO E O NOVO MODELO PROPOSTO PELOS SMART CONTRACTS. Ano, v. 8, n. 3, p. 1651–1679, 2022.

PWC, P. Ecossistemas de cadeias de suprimentos conectadas e autônomas 2025, 2020. Disponível em: <https://www.pwc.com.br>

SALAH, K. et al. Blockchain-Based Soybean Traceability in Agricultural Supply Chain. IEEE Access, v. 7, p. 73295–73305, 2019.

SCHMIDT, C. G.; WAGNER, S. M. Blockchain and supply chain relations: A transaction cost theory perspective. Journal of Purchasing and Supply Management, v. 25, n. 4, p. 100552, 1 out. 2019.

SILVA, A. C. DA et al. Panorama do e-commerce e a logística expressa durante a pandemia de Covid-19. (VII Congresso Internacional de Logística e Operações, Ed.)O marketplace e as novas formas de E-commerce: a logística reconfigurada para o período pós-pandemia. Anais...Suzano: 2021

SILVA, M. P. DA. O uso da tecnologia Blockchain na gestão da cadeia de suprimentos sob a perspectiva da teoria dos custos de transação. [s.l.] Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2021.

SOUZA, T. A. DE; MESQUITA, D. L.; SUGANO, J. Y. Custos de transação em uma economia digital: uma perspectiva de interação. XXI SEMEAD Seminários em Administração. Anais...2018

TREIBLMAIER, H. The impact of the blockchain on the supply chain: a theory-based research framework and a call for action. Supply Chain Management, v. 23, n. 6, p. 545–559, 13 nov. 2018.

UM, K. H.; KIM, S. M. The effects of supply chain collaboration on performance and transaction cost advantage: The moderation and nonlinear effects of governance mechanisms. International Journal of Production Economics, v. 217, p. 97–111, 1 nov. 2019.

WARNER, K. S. R.; WÄGER, M. Building dynamic capabilities for digital transformation: An ongoing process of strategic renewal. Long Range Planning, v. 52, n. 3, p. 326–349, 2019.

WILLIAMSON, O. E. The economic institutions of capitalism: Firms, markets, relational contracting. [s.l.] Chengcheng Books Ltda, 1985.

Downloads

Publicado

29/02/2024

Como Citar

Machado, S. T., & Moori, R. G. (2024). Blockchain e os desafios para a cadeia de alimentos: percepções. Refas - Revista Fatec Zona Sul, 10(3), 1–24. https://doi.org/10.26853/Refas_ISSN-2359-182X_v10n03_04

Edição

Seção

Logística

Métricas