Gestão Visual no Gerenciamento de Projetos em uma Empresa Japonesa da Grande Curitiba

Armando Terribili Filho, Eduardo Augusto de Barros

Resumo


As empresas japonesas que se instalaram no país, sobretudo nas décadas de 1950/1960 trouxeram consigo marcantes características de aplicação de métodos de trabalho e utilização de ferramentas específicas, destacando-se também aspectos culturais (disciplina, postura de negociação, formas de conversão de conhecimento, persistência) que influenciaram positivamente seu crescimento no país. Este artigo aborda o estudo de caso de uma empresa japonesa situada na Grande Curitiba que teve um projeto de expansão de sua unidade fabril, tendo como ponto de partida a implantação da gestão visual, que é marcante na cultura nipônica, que no decorrer do tempo, contou com a criação de um PMO (Escritório de Gerenciamento de Projetos), possibilitando a padronização dos processos de gestão, a melhoria na comunicação e a rápida resolução de problemas, porém, tendo sempre a gestão visual como fator de comunicação e controle de todos os seus projetos.

Texto completo:

PDF

Referências


BASSI, Antonio; TAGLIAFICO, Moira. Project Management al lavoro: strumenti e tecniche. Milano: Francoangeli, 2010.

CÂMARA de Comércio e Indústria Japonesa no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2020.

CANIZARES GIL, Olga; LEANIZ SEMEPRE, Carmen Garcia in: Hazte experto en Inteligencia Emocional. 2. ed. Bilbao, Espanha: Desclée de Brouer, 2015.

DONDIS, Donis A. Sintaxe da Linguagem Visual. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

FMI – International Monetary Fund. Disponível em: . Acesso em 26 jan. 2020.

MEYER, Enry. Getting to Si, Ja, Oui, Hai, and Da. Harvard Business Review. International Business. Dec, 2015. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2020.

NEUMEIER, Marty. A empresa orientada pelo design. Porto Alegre: Bookman, 2010.

NONAKA, Ikujiro; TAKEUCHI, Hirotaka. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 20. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

NUNES, Paulo Henrique Farias. Geografia (Londrina). As relações Brasil-Japão e seus reflexos no processo de ocupação do território brasileiro. Londrina, v. 17, n. 1, jan./jun. 2008. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2020.

PMI - Project Management Institute. Project Management Body of Knowledge (PMBOK® Guide). 6. ed. Pensilvânia: Project Management Institute, 2017.

PMSURVEY. Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos. 2013 Edition. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2014.

TELES, Matheus Gonzaga. Os valores japoneses e sua influência no comportamento cultural corporativo brasileiro. C@LEA – Revista Cadernos de Aulas do LEA, Ilhéus, n. 3, p. 75 – 87, nov. 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2020.

TERRIBILI FILHO, Armando. Gerenciamento de Projetos em 7 passos: uma abordagem prática. São Paulo: M. Books, reimpressão 2016.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Refas - Revista Fatec Zona Sul

Licença Creative Commons CC BY-NC-ND.