Implementação de um sistema de gestão da qualidade para certificação de boas práticas de laboratório: estudo de caso

Adriana Basso, Lucas Fabrício Martinez, Vanessa de Cillos Silva

Resumo


O presente estudo consistiu em acompanhar o processo de implementação de um sistema de gestão da qualidade e adequação às normas específicas para obtenção de certificado de Reconhecimento às Boas Práticas de Laboratório, concedido pela CGCRE (Coordenação Geral de Acreditação) – Inmetro. Pretendeu-se, também, verificar quais as dificuldades enfrentadas durante esse processo e quais as melhorias obtidas com a certificação. Para isso, foi feito um estudo de caso em uma empresa de pesquisas agronômicas localizada na cidade de Piracicaba/SP, onde se desenvolvem ensaios de eficácia agronômica de agrotóxicos para fins de registros de novas moléculas junto ao MAPA (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento).  A implementação do sistema de qualidade foi dividida em 10 etapas e buscou integrar toda a equipe no desenvolvimento do projeto. Apesar de todo o planejamento algumas fases ocorreram simultaneamente. O reconhecimento às normas BPL foi concedido em outubro de 2018.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Portaria normativa IBAMA nº 139, de 21 de dezembro de 1994. Estabelece procedimentos para efeito de avaliação do potencial de periculosidade ambiental de produtos químicos. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, 21 dez.1994

CARPINETTI, L. C. R.; MIGUEL, P. A. C.; GEROLAMO, M. C. Gestão de qualidade ISO 9001:2008: princípios e requisitos. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

CGCRE - Coordenação de Geral de Acreditação. Norma Nº NIT-DICLA-034-(Rev. 04). APLICAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DE BPL AOS ESTUDOS DE CAMPO – Rio de Janeiro. p 12. Nov/2018a.

CGCRE - Coordenação de Geral de Acreditação. Norma Nº NIT-DICLA-035-(Rev. 03). PRINCÍPIOS DAS BOAS PRÁTICAS DE LABORATÓRIO – BPL–– Rio de Janeiro. p 16. Nov/2018b.

CGCRE - Coordenação de Geral de Acreditação. Norma Nº NIT-DICLA-055-(Rev. 07). ELABORAÇÃO DO ESCOPO BPL E DA RELAÇÃO DETALHADA DOS ESTUDOS BPL. – Rio de Janeiro. Out/2018c.

CGCRE - Coordenação de Geral de Acreditação. Norma Nº NIT-DICLA-053-(Rev. 08). REGULAMENTO DO RECONHECIMENTO DA CONFORMIDADE AOS PRINCÍPIOS DAS BOAS PRÁTICAS DE LABORATÓRIO - BPL. – Rio de Janeiro. Mai/2019a.

CGCRE - Coordenação de Geral de Acreditação. Norma Nº NIT-DICLA-052-(Rev. 09). PREÇOS DAS ATIVIDADES DE RECONHECIMENTO DA CONFORMIDADE AOS PRINCÍPIOS DAS BOAS PRÁTICAS DE LABORATÓRIO (BPL) – Rio de Janeiro. Mai/2019a.

CGCRE - Coordenação de Geral de Acreditação. Documento de Caráter Orientativo DOC-Cgcre-023 (Rev.08). Orientações para a atividade de reconhecimento da conformidade aos princípios das boas práticas de laboratório – BPL –– Rio de Janeiro. p 15. Mai/2019c.

FERREIRA, A. N. Um Brasil renovado numa OCDE renovada. Jan/2018 - O Estado de S. Paulo. Disponível em: Acesso em: 15 out 2019.

GARVIN, D. A. Gerenciando a Qualidade: a visão estratégica e competitiva. Rio de Janeiro, Qualitymark, 2002.

IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Boas Práticas de Laboratório – BPL. 10 de setembro de 2018. Disponível em: . Acesso em: 10 set.2019

INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia. Reconhecimento da Conformidade aos Princípios das BPL. 2019a. Disponível em: . Acesso em 13 out de 2019.

INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia. Qualidade e Tecnologia. Reconhecimento da Conformidade aos Princípios das BPL. 2019b. Disponível em: . Acesso em 13 out de 2019b.

LONGO, R. M. J. Gestão da Qualidade: Evolução Histórica, Conceitos Básicos e Aplicação na Educação. In: Texto para Discussão n°397, Janeiro, 1996. Disponível em:. Acesso em: 11 out. 2019.

LOPES, J. C. C. Gestão da Qualidade: Decisão ou Constrangimento Estratégico. Tese de Mestrado em Estratégia Empresarial, Universidade Européia Laureate International Universities. Lisboa, 2014.

MAGALHÃES, A. E. Sistema de gestão da qualidade integrada: tratamento de anomalias em uma indústria metalúrgica. Minas Gerais, 2009, XI, 42 p. 29,7 cm (EPD/UFJF, Graduação, Engenharia de Produção, 2009), Monografia Universidade Federal de Juiz de Fora, Departamento de Engenharia de Produção.

MARSHALL JUNIOR, I. et al. Gestão da Qualidade. 10ª ed. – Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010.

OECD. Organisation for Economic Co-operation and Development. Disponível em: . Acesso em 12 out.2019.

PALADINI, E. P. Gestão da qualidade: teoria e prática – 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

RODRIGUES, N. R.; FERREIRA, A. P.; WATANABE, M. Implantação e implementação das normas das Boas Práticas de Laboratoriais (BPL) no laboratório de análise de resíduos da Universidade Estadual de Campinas. Quim. Nova – Campinas, vol. 35, nº 6, 1276-1280, 2012.

RODRIGUES, M. L. Gestão da Qualidade. Centro de Educação Profissional de Anápolis – CEPA/GO. Universidade Federal do Mato Grosso – UFMT, 2013.

SILVA, J. P. C., MACHADO, F. O. A qualidade como estratégia empresarial: um estudo conceitual. INGEPRO – Inovação, Gestão e Produção. vol.3, nº 10, 2011.

VIEIRA, K. F. et al. A utilidade dos indicadores da qualidade no gerenciamento de laboratórios clínicos • J Bras Patol Med Lab • Rio de Janeiro, v. 47 • n. 3 • p. 201-210 • junho 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Refas - Revista Fatec Zona Sul

Licença Creative Commons CC BY-NC-ND.