Desenvolvimento de habilidades e competências técnicas no curso de Ciências Contábeis: percepções de alunos a luz da IFAC

Maria Gabriele Breda, Adryan Carla Moraes, Iago França Lopes, Alison Martins Meurer

Resumo


O desenvolvimento de competências técnicas e habilidades que o profissional contábil deve desenvolver até o final da graduação são pautas presentes nas diretrizes emitidas pela International Federation of Accountants (IFAC), inscritas na International Education Standard 2  e na International Education Standard 3, respectivamente.  Nesta direção, este estudo busca analisar a percepção de alunos de Ciências Contábeis no que tange ao desenvolvimento das competências técnicas e habilidades profissionais definidas por estas diretrizes. Para tal, foi realizada uma pesquisa de caráter quantitativo a partir da aplicação de questionário junto a 289 alunos, com uso de estatística descritiva e aplicação de testes de diferenças entre grupos. Os resultados apontam que as competências técnicas que mais apresentam concordância entre os alunos de graduação estão relacionadas com as tomadas de decisões, situação atual e futura da entidade e controles e uso da tecnologia da informação como ferramenta para a tomada de decisões. Com relação às habilidades profissionais, identifica-se que há maior concordância com o desenvolvimento de habilidades gerais, como organização e liderança dentro das organizações. Indica-se ainda que o período cursado pelos alunos seja o agrupamento que apresenta maior número de diferenças significantes entre grupos. Posto isso, espera-se que haja maior fomento por parte das instituições de ensino frente ao desenvolvimento das competências técnicas e habilidades profissionais à luz da IFAC no curso de graduação, pois esse alinhamento entre os currículos pedagógicos e a IFAC podem garantir ganhos mercadológicos e educacionais para o campo disciplinar de Ciências Contábeis. 


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, P. M. et al. Habilidades e Competências requeridas pelo Mercado de Trabalho para o Profissional de Contabilidade em Minas Gerais. REAVI-Revista Eletrônica do Alto Vale do Itajaí, v. 5, n. 8, pp. 14-28, 2016.

ANTUNES, Celso. Como desenvolver as competências em sala de aula. Editora Vozes Limitada, 2001.

ANTUNES, M. T. P. et al. Tecnologias educacionais em Cursos de Contabilidade Avaliados no Exame Nacional de Cursos (ENC/2003) com Conceitos A e B. Revista Contabilidade, Gestão e Governança, v. 8, n. 1, pp. 61-80, 2005.

CARDOSO, J. L.; SOUZA, M. A. DE; ALMEIDA, L. B. Perfil do Contador na atualidade: Um estudo exploratório. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 3, n. 3, pp. 275–284, 2006.

CARDOSO, R. L. Competências do Contador: Um estudo empírico. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

CERVO, A. L; BERVIAN, P. A. Metodologia Científica. (5ª ed.) São Paulo: Prentice Hall, 2002.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Conselho Nacional de Educação. RESOLUÇÃO CNE/CES 10, de 16 de dezembro de 2004. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis, bacharelado, e dá outras providências. Brasília, DF: Conselho Nacional de Educação, 2004. Disponível em:< http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rces10_04.pdf>. Acesso em: 14 ago. 2020.

DOUGLAS, Shonagh; GAMMIE, Elizabeth. An investigation into the development of non-technical skills by undergraduate accounting programmes. Accounting Education, v. 28, n. 3, pp. 304-332, 2019.

DUTRA, J. S. Competências: Conceitos e Instrumentos para a Gestão de Pessoas na Empresa Moderna. São Paulo: Atlas, 2004.

FIELD, A. Descobrindo a Estatística Usando o SPSS. (2ª ed.) Porto Alegre: ARTMED, 2009.

GOMES, D. M. Competências e habilidades do diretor. Campo Grande, MS: UCDB, 2003.

INTERNATIONAL FEDERATION OF ACCOUNTANTS (IFAC). International Education Standard 2, 2014a. Disponível em:< https://www.iaesb.org/ > Acesso em: 22 abr. 2019.

INTERNATIONAL FEDERATION OF ACCOUNTANTS (IFAC). International Education Standard 3, 2014b. Disponível em:< https://www.iaesb.org/ > Acesso em: 22 abr. 2019.

LEAL, E. A; SOARES, M. A.; SOUSA, E. G. Perspectivas dos Formandos do Curso de Ciências Contábeis e as Exigências do Mercado de Trabalho. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 1, n. 10, pp. 147-159, 2008.

LEMES, D. F.; MIRANDA, G. J. Habilidades profissionais do contador preconizadas pela IFAC: um estudo com profissionais da região do triângulo mineiro. Advances in Scientific And Applied Accounting, v. 7, n. 2, pp. 295-299, 2014.

MARÇAL, K. S.; BONOTTO, M. M. Desenvolvimento de Habilidades Á Luz da International Education Standard 3: Análise da Percepção dos Formandos de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio Grande Do Sul, 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, RS, 2016.

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas, 2007.

MELLO, K. Habilidades e competências do profissional contábil: Um estudo do perfil requerido em Caxias Do Sul. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, 2013.

MEURER, A. M.; VOESE, S. B. Há vagas: análise do perfil profissional requerido pelo mercado de trabalho para profissionais contábeis da área de custos. Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 19, n. e2994, pp. 1-14, 2020.

NEEDLES JR,, B. E. et al. Strategy for Implementation of IFAC International Education Guideline No. 9: “Prequalification Education, Tests of Professional Competence and Practical Experience of Professional Accountants”: A Task Force Report of the International Association for Accounting Education and Research (IAAER). Journal of International Financial Management & Accounting, v. 12, n. 3, pp. 317-353, 2001.

OTT, E. et al. Relevância dos conhecimentos, habilidades e métodos instrucionais na perspectiva de estudantes e profissionais da área contábil: Estudo comparativo internacional. Revista Contabilidade e Finanças USP, v. 22, n. 57, pp. 339-342, 2011.

PAGNONCELLI, L. C. Habilidades e competências do contador: Percepção de profissionais, docentes e acadêmicos. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, PR, 2016.

PARRY, S. B. The quest for competencies. Training, v. 33, n. 7, pp. 48-54, 1996.

PERRENOUD, P. Construir competências desde a escola. Porto Alegre: Artmed, 1999.

PIRES, C. B.; OTT, E.; DAMACENA, C. A formação do contador e a demanda do mercado de trabalho na região metropolitana de Porto Alegre (RS). Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 7, n. 4, pp. 315-327, 2010.

REIS, A. O.; SEDIYAMA, G. A. S.; MOREIRA, V. S.; MOREIRA, C. C. Perfil do profissional contábil: habilidades, competências e imagem simbólica. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 12, n. 25, pp. 95-116, 2015.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: Métodos e Técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

SCHLINDWEIN, A. C.; DOMINGUES, M. J. C. S. O ensino de ciências contábeis nas instituições de ensino superior (IES) da Mesorregião Do Vale Do Itajaí - SC: Uma análise das contribuições curriculares da Resolução CNE/CES n. 10/2004. In: Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade, 1, 2007, Recife, Anais... Recife, PE, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Refas - Revista Fatec Zona Sul

Licença Creative Commons CC BY-NC-ND.