O transporte ferroviário urbano na cidade do Natal e grande Natal

Pedro Henrique de Sousa, Marli de Fátima Ferraz da Silva Tacconi

Resumo


Um dos problemas de um gestor público é a mobilidade urbana, que tem se tornado uma questão importante em cidades de médio porte e com tendência de crescimento. Nessa perspectiva, o modal ferroviário se configura como uma das alternativas para o deslocamento e, apesar do setor sobre trilhos ser responsável por pequena parcela da matriz de transporte de passageiros no país, ele já retira um número significativo de carros e de ônibus das ruas. A pesquisa foi realizada com o objetivo de analisar o transporte ferroviário como alternativa para a mobilidade urbana da Cidade do Natal e da Grande Natal. Como objetivos específicos buscou-se identificar a rede ferroviária urbana no Rio Grande do Norte; verificar o transporte urbano de Natal e Grande Natal na perspectiva de especialistas; e detectar as propostas de melhorias para o transporte ferroviário urbano na cidade. A pesquisa foi do tipo exploratória e fundamenta-se em entrevistas com especialistas, com o uso de análise qualitativa. Como resultados verificou-se que existem grandes problemas de mobilidade na cidade do Natal e nas cidades circunvizinhas. Inclusive, a região estudada apresenta falhas na execução de ações em relação ao transporte público. Em relação ao planejamento urbano existe uma proposta de plano de mobilidade urbana que prevê melhorias para o transporte público, a fim de promover uma melhor mobilidade para os pedestres, dentre outros, mas que ainda está só no papel há alguns anos. Conclui-se que, o modal ferroviário apresenta baixa extensão, baixa capilaridade e requer integração intermodal. No entanto, com apenas duas linhas, o trem de subúrbio tem transportado um número considerável de pessoas e tornado o trajeto entre a região mais rápido e cômodo, se comparado ao mesmo trajeto com utilização de ônibus.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA TRANSPORTA BRASIL. [2017]. Brasil pode ganhar mais 245 quilômetros de linha férrea em cinco anos. Disponível em: http://www.transportabrasil.com.br/2017/04/brasil-pode-ganhar-mais-245-quilometros-de-linha-ferrea-em-cinco-anos/. Acesso em: 10 nov. 2019

AGORA RN. Apresentado há quase dois anos, Plano de Mobilidade de Natal está sem resultados. Natal: Agora RN, [2017]. Disponível em: http://agorarn.com.br/cidades/apresentado-em-2016-plano-de-mobilidade-de-natal-ainda-nao-rendeu-resultados-praticos/. Acesso em: 23 out. 2019.

ALOUCHE, P. L., VLT: um transporte moderno, sustentável e urbanisticamente correto para as cidades brasileiras, [2008]. Disponível em: http://www.aeamesp.org.br/biblioteca/stm/14SMTF0809T09.pdf. Acesso em: 27 fev. 2020.

ALVARENGA, H. Crescimento do Transporte Aquaviário no Brasil. [2018]. Disponível em: http://www.ilos.com.br/web/crescimento-do-transporte-aquaviario-no-brasil/. Acesso em: 30 out. 2018.

ALVES, E. et. al. Êxodo e sua contribuição à urbanização de 1950 a 2010. Revista de Política Agrícola (Embrapa). v. 20, n. 2, pp.80-88. Abr./Maio/Jun., 2011.

AMORIM, L. F. de. A Importância dos Sistemas de Transportes. Administradores.com, [2019]. Disponível em http://www.administradores.com.br/artigos/academico/a-importancia-dos-sistemas-de-transportes/78238/. Acesso em: 15 out. 2018.

ANTT quer Raio X completo da malha ferroviária. Ilos, [2015]. Disponível em: http://www.ilos.com.br/web/antt-quer-raio-x-completo-da-malha-ferroviaria/. Acesso em: 4 fev. 2019.

ARAÚJO. J. G. Transporte Rodoviário de Cargas no Brasil Mercado Atual e Próximas Tendências. Ilos, [2011]. Disponível em: http://www.ilos.com.br/web/transporte-rodoviario-de-cargas-no-brasil-mercado-atual-e-proximas-tendencias/. Acesso em: 1 nov. de 2018.

ARROYO, A.; VLT é solução inteligente para mobilidade. Autoinforme, [2017]. Disponível em: https://www.autoinforme.com.br/artigo-vlt-e-solucao-inteligente-para-mobilidade/. Acesso em: 27 de mar. 2019.

BAZANI, A. Ônibus consegue aproveitar melhor até 22 vezes mais o espaço urbano em relação ao carro para realidade de São Paulo. Diário do Transporte, [2016]. Disponível: https://diariodotransporte.com.br/2016/01/24/onibus-consegue-aproveitar-melhor-ate-22-vezes-mais-o-espaco-urbano-em-relacao-ao-carro-para-realidade-de-sao-paulo/. Acesso em: 13 mar. 2019.

BRASIL. Lei n.º 11.297, 9 de mai. de 2006. Aprova o Plano Nacional de Viação, Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11297.htm. Acesso em: 17 set. 2019.

BRASIL. Lei n.º 11.772, 17 de set. de 2008. Aprova o Plano Nacional de Viação, Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11772.htm. Acesso em: 17 set. 2019.

BRASIL. Lei n.º 12.587, de 3 de jan. de 2012. Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12587.htm#targetText=Institui%20as%20diretrizes%20da%20Pol%C3%ADtica,1975%3B%20e%20d%C3%A1%20outras%20provid%C3%AAncias. Acesso em: 23 out. 2019.

BRASIL. Ministério da Infraestrutura. Conheça o PNLT. Ministério da Infraestrutura, [2014]. Disponível em: http://transportes.gov.br/conteudo/2815-conheca-o-pnlt.html. Acesso em: 17 set. 2019.

BRASIL. Ministério da Infraestrutura. Ferrovias Brasileiras. Ministério da Infraestrutura, [2019]. Disponível em: http://infraestrutura.gov.br/component/content/article/52-sistema-de-transportes/1456-transporte-ferroviario-concessoes.html. Acesso em: 17 set. 2019.

BRASIL. Ministério dos Transportes. Projeto de Reavaliação de Estimativas e Metas do PNLT. Relatório Final. Logit. Brasília, 2012.

BRASIL. Secretaria de Mobilidade. Mobilidade sobre Trilhos – do planejamento à operação. ANPTrilhos, [2016]. Disponível em: https://anptrilhos.org.br/wp-content/uploads/2018/08/ANPTrilhos-Mobilidade-sobre-Trilhos-web.pdf. Acesso em: 19 jun. 2019.

BURGARELLI, R; BALMANT, O. Rede de metrô do Brasil pode duplicar até 2018. Estadão. [2012]. Disponível em: https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,rede-de-metro-do-brasil-pode-duplicar-ate-2018-imp-,959126. Acesso em: 20 mar. 2019.

CARVALHO, C. H. R. de. Mortes por Acidentes de Transporte Terrestre no Brasil: Análise dos Sistemas de Informação do Ministério da Saúde. Ipea, [2016]. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=28223. Aceso em: 4 dez. 2019.

CAVALCANTI, F. R. Evolução das ferrovias do Brasil - Transporte ferroviário de passageiros. Site VRCO, [2011]. Disponível em: http://vfco.brazilia.jor.br/Planos-Ferroviarios/evolucao-transporte-passageiros.shtml. Acesso em: 19 set. 2019.

COMO o investimento em trilhos pode transformar o Brasil: Transporte ferroviário é mais eficiente, barato e polui menos, tanto para cargas quanto para passageiros. G1, [2017]. Disponível em: https://g1.globo.com/especial-publicitario/em-movimento/noticia/como-o-investimento-em-trilhos-pode-transformar-o-brasil.ghtml. Acesso em 28 ago. 2018.

COMPANHIA BRASILEIRA DE TRENS URBANOS. CBTU investe cerca de R$ 6,5 milhões na compra de novos trilhos. CBTU, [2019]. Disponível em: https://www.cbtu.gov.br/index.php/pt/?option=com_content&view=article&id=8200&itemid=1322. Acesso em: 20 nov. de 2019.

COMPANHIA BRASILEIRA DE TRENS URBANOS. Mapa da Linha. CBTU, [2019]. Disponível em: https://www.cbtu.gov.br/index.php/pt/mapa-da-linha-natal. Acesso em: 28 mar. 2019.

COMPANHIA BRASILEIRA DE TRENS URBANOS. Revista O Trilho. Natal, 27ª Edição, p. 1-2, nov. 2015. Disponível em: https://www.cbtu.gov.br/images/operadoras/nat/jornal_otrilho/2015_02_novembro.pdf. Acesso em: 28 mar. 2019.

COMPANHIA BRASILEIRA DE TRENS URBANOS. Revista O Trilho. Natal, 28ª Edição, p. 1-2, dez. 2016. Disponível em: https://www.cbtu.gov.br/images/operadoras/nat/jornal_otrilho/2016_01_dezembro.pdf. Acesso em: 28 mar. 2019.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO TRANSPORTE. Atlas do Transporte. CNT, [2006]. Disponível em: http://cms.cnt.org.br/Imagens%20CNT/Site%202015/Pesquisas%20PDF/Atlas_Transporte_2006.pdf. Acesso em: 31 out. 2018.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO TRANSPORTE. Transporte aéreo de passageiros. CNT, [2015]. Disponível em: http://cms.cnt.org.br/Imagens%20CNT/Site%202015/Pesquisas%20PDF/Transporte%20e%20Economia%20Transporte%20A%C3%A9reo%20de%20Passageiros.pdf. Acesso em: 31 out. 2018.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO TRANSPORTE. Transporte Metroferroviário de Passageiros. CNT, [2016]. Disponível: https://www.mobilize.org.br/midias/pesquisas/transporte-metroferroviario-de-passageiros-cnt.pdf. Acesso em: 28 mar. 2019.

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO. Plano de mobilidade urbana de Natal deverá ser concretizado até 2036. CAU/RN, [2019]. Disponível em: https://www.caurn.gov.br/?p=9238. Acesso em: 23 out. 2019.

COSTA, E. Transporte dutoviário de combustíveis no Brasil: desafios e oportunidades. Ilos, [2014]. Disponível em: https://www.ilos.com.br/web/transporte-dutoviario-de-combustiveis-no-brasil-desafios-e-oportunidade/. Acesso em: 29 out. 2018.

FILOMENO, P. R. Unificação de bitolas ferroviárias no Brasil: sonho ou mera possibilidade? Ponto Gente, [2008]. Disponível em: https://portogente.com.br/noticias/transporte-logistica/20465-unificacao-de-bitolas-ferroviarias-no-brasil-sonho-ou-mera-possibilidade. Acesso em: 17 set. 2019.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas. 5. ed. 2010.

HUFFNERJ, J. G. P. Crescimento Urbano Desordenado no Município ne Ponta ne Pedras Na Ilha Do Marajó: Um estudo de caso do bairro do Carnapijó. Interespaço. Revista de Geografia e Interdisciplinaridade. p. 161. 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Panorama-Brasil. IBGE, [2019]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/panorama. Acesso em: 17 jun. 2019.

INTEGRAÇÃO de modais de transporte é o futuro. JC Online, [2019]. Disponível em: http://especiais.jconline.ne10.uol.com.br/novarotacao/integracao-de-modais-de-transporte-e-o-futuro.php. Acesso em: 29 out. 2019.

INTEGRAÇÃO modal e o impacto na mobilidade urbana. World Resources Institute Brasil, [2015]. Disponível em https://wricidades.org/noticia/integra%C3%A7%C3%A3o-modal-e-o-impacto-na-mobilidade-urbana. Acesso em: 29 out. 2019.

KLIMEKOWSKI, F.; MIELKE, A. Desenvolvimento Regional: A Ferrovia em Jaraguá do Sul. Artigo. In: 3° Concurso de Monografia CBTU – A Cidade nos Trilhos. Rio de Janeiro. CBTU. 2007.

LAKATOS, E. Maria., MARCONI, M. de Andrade. Fundamentos de Metodologia Científica. Editora Atlas. São Paulo. 5ª Edição. 2003.

MARCONI, M. de Andrade; LAKATOS, E. Maria. Metodologia do Trabalho Científico. Editora Atlas. 8. ed. São Paulo, 2017.

LOBO, A. Modal ferroviário registra maior resultado da história. Ilos, [2018]. Disponível em: http://www.ilos.com.br/web/tag/matriz-de-transportes/. Acesso em: 1 nov. 2018.

LOBO. R. VLT de Natal registra aumento no número de usuários em 2018. Via Trolebus, [2019]. Disponível em: https://viatrolebus.com.br/2019/03/vlt-de-natal-registra-aumento-no-numero-de-usuarios-em-2018/. Acesso em: 20 nov. 2019.

MENDONÇA, P. C. C. Transportes e Seguros no Comércio Exterior. São Paulo: Aduaneiras, 1997.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec. 8. ed. 2004.

MOBILIZE. Trilhos urbanos no Brasil, [2017]. Disponível em: https://www.mobilize.org.br/estatisticas/48/trilhos-urbanos-no-brasil.html. Acesso em: 27 dev. 2020.

MRS coloca em operação o maior trem de contêineres da sua história. Transporte Moderno, [2018]. Disponível: https://transportemodernoonline.com.br/2018/10/09/mrs-coloca-em-operacao-o-maior-trem-de-conteineres-da-sua-historia/. Acesso em: 21 fev. 2019.

NÚMERO de usuários do Sistema de Trens Urbanos de Natal dobra em dois anos. Tribuna do Norte, [2017]. Disponível em: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/naomero-de-usua-rios-do-sistema-de-trens-urbanos-de-natal-dobra-em-dois-anos/370763. Acesso em: 20 nov. 2019.

OLIVEIRA, A. de; Monotrilho: símbolo de atrasos e opções controversas em São Paulo. El País, [2016]. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2016/01/14/politica/1452786143_366997.html. Acesso em: 28 mar. 2019.

OLIVEIRA, U. J. de F.; Proposta de Implantação de Sistema de Transporte de Passageiros do Tipo Monotrilho na Região Metropolitana de Vitória. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL. 2009. Espírito Santo. Anais... Espírito Santo. Instituto Federal do Espírito Santo, 2009.

PASQUALETTO, A.; SOUZA, F. de.; A Tecnologia de Monotrilho para o Transporte de Passageiros. Revista de Ciência Ambientais e Saúde. v. 41, especial, p. 43-55, set. 2014.

QUINTELLA, M. Queremos trens urbanos e metrôs. Marcus Quintela, [2018]. Disponível em: http://www.marcusquintella.com.br/artigo/artigos/queremos-trens-urbanos-e-metros/489/1376. Acesso em: 13 mar. 2019.

RIBEIRO, P. C. C.; FERREIRA. K. A. Logística e Transportes: uma discussão sobre os modais de transporte e o panorama brasileiro. Tec Space, [2002]. Disponível em: http://www.tecspace.com.br/paginas/aula/mdt/artigo01-MDL.pdf. Acesso em: 30 out. 2018.

RITTNER, D.; CAMAROTTO, M. Para atrair investimento, governo eleva taxa de retorno em ferrovias. Ilos, [2015]. Disponível em: http://www.ilos.com.br/web/para-atrair-investimento-governo-eleva-taxa-de-retorno-em-ferrovias/. Acesso em: 4 fev. 2019.

ROCHA, C. F. O Transporte de Cargas no Brasil e sua importância para a economia. Monografia (Graduação) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2015.

RODRIGUES, P. R. A. Introdução aos Sistemas de Transporte no Brasil e à Logística Internacional. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, São Paulo, 2005.

RUBIM, B.; LEITÃO, S. O Plano de Mobilidade Urbana e o futuro das cidades. Estudos Avançados, São Paulo, v. 27, n.79, p. 55-66, ISSN 0103-4014. 2013.

SANT'ANA, T. Qual a diferença entre trem e metrô. Super Interessante, [2018]. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/qual-a-diferenca-entre-trem-e-metro/. Acesso em: 22 fev. 2019.

SANTOS, Ângela M. M. M,; BURITY, Priscilla. BNDES 50 Anos: Histórias Setoriais: O Complexo Automotivo. BNDES: Brasília, 2002.

SANTOS, J. V.; MONTEIRO, S. B. S.; JÚNIOR, A. S.; RODRIGUES, S. G. VLT como Elemento Inovador do Transporte Público Brasileiro. ENEGEP. Belo Horizonte. 2011.

SARDINHA, M. Histórico: ferrovias. DNIT, [2009]. Disponível em http://www.dnit.gov.br/ferrovias/historico. Acesso em: 29 ago. 2018.

SILVA, C. F.; PORTO, M. M. Transporte, Seguros e a Distribuição física internacional de mercadorias. Aduaneiras. São Paulo. 2. ed. 2003.

SILVA, K. S. da. Logística Brasileira: um estudo teórico do modal aquaviário (cabotagem). 2015. Monográfico (Tecnólogo em Gestão Pública) - Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa/PB, p. 29. 2015.

SILVEIRA, M.R. Transporte e logística: as ferrovias no Brasil. Geosul, Curitiba. v.17, n.34, 2002.

SOUSA, Marcos De. Metrôs avançam (devagar) em cidades brasileiras. Mobilize, [2017]. Disponível em: https://www.mobilize.org.br/noticias/10564/metros-avancam-lentamente-em-cidades-brasileiras.html. Acesso em: 22 fev. 2019.

SOUZA, L. de. Transporte ferroviário de passageiros: Análise da implantação do modo nas cidades. Repositório UFSC, [2018]. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/191847/Transporte%20ferrovi%C3%A1rio%20de%20passageiros.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 2 out. 2019.

SPERANDIO, L. A histórica negligência brasileira ao modal ferroviário. Instituto Liberal, [2018]. Disponível em https://www.institutoliberal.org.br/blog/economia/a-historica-negligencia-brasileira-ao-modal-ferroviario/. Acesso em: 1 out. 2018.

TRIBUNA DO NORTE. CBTU tem projeto para ampliar linha férrea na grande Natal, [2016]. Disponível em: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/cbtu-tem-projeto-para-ampliar-linha-fa-rrea-na-grande-natal/339259. Acesso em: 27 fev. 2020.

VAZ, A. V.; OLIVEIRA, K. N. de; P. E. G.; DAMASCENO. O Modal Dutoviário: Análise da Importância e Considerações sobre suas Principais Características. Academia Edu, [2019]. Disponível em: https://www.academia.edu/446595/o_modal_dutovi%c3%81rio_an%c3%81lise_da_import%c3%82ncia_e_considera%c3%87%c3%95es_sobre_suas_principais_caracter%c3%8dsticas. Acesso em: 29 out. 2018.

WANKE, P.; NAZÁRIO, P.; FLEURY, P. F. O papel do transporte na estratégia logística. Ilos, [2000]. Disponível em: http://www.ilos.com.br/web/o-papel-do-transporte-na-estrategia-logistica/. Acesso em: 15 out. 2018.

WRIGHT, Lloyd, HOOK, Walter (Edi.). Manual de BRT—Bus Rapid Transit. New York/Brasília: Institute for Transportation and Development Policy/Ministério das Cidades, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Refas - Revista Fatec Zona Sul

Licença Creative Commons CC BY-NC-ND.