A empregabilidade do engenheiro no setor econômico-financeiro: perfil psicológico, qualificação e certificação profissional Anbima

Khalil Amin Khalil

Resumo


No contexto do mercado de trabalho com altos níveis de exigência solicitados pelas organizações e competitivo em função do grau de qualificação dos seus integrantes, este artigo investiga como o graduando ou graduado em curso de engenharia, em função do seu tipo psicológico, suas habilidades, aptidões e principais características inatas, se encaixa nos requisitos necessários a atuar no segmento econômico-financeiro. Aborda a importância da qualificação por intermédio de disciplinas optativas de economia e finanças nos currículos de graduação em engenharia, bem como, das certificações profissionais financeiras e das instituições certificadoras presentes no mercado nacional, servindo como ferramentas potencializadoras da empregabilidade do engenheiro. Apresentam-se ainda, os cargos, suas atribuições e a possibilidade de ocupação pelo engenheiro, além de exemplos de graduados em engenharia que enveredaram com êxito pelo mundo da economia e das finanças.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Refas - Revista Fatec Zona Sul

Licença Creative Commons CC BY-NC-ND.